top of page

Análise FOFA, porque this is Brazil!

pesar da famosa análise SWOT ser creditada ao consultor da Universidade de Stanford Albert Humphrey, aqui é o Brasil e nós a nomeamos carinhosamente de FOFA. Muito melhor, né?


Mas assim como a Nazaré Confusa, muitas vezes não sabemos como preencher os quadrinhos da matriz ou mesmo entender como eles podem nos ajudar em nosso projeto ou organização.


Precisamos entender que a matriz FOFA é um guia para olharmos para dentro e para fora.

As forças (strengths) e fraquezas (weakness) dizem respeito exclusivamente ao que acontece das portas para dentro, são os elementos que temos maior controle. Conhecidos como fatores internos. Se sua marca ainda não é forte no mercado, ou se sua organização está desequilibrada do ponto de vista de gestão da diversidade, estes são elementos que podem ser endereçados a partir de um bom planejamento e sua execução.

Contudo, as oportunidades (opportunities) e as ameaças (treaths) estão situadas no que chamados de macroambiente. A crise política brasileira, a crise econômica mundial, a pandemia de Covid-19, todos estão – feliz ou infelizmente – fora do nosso alcance. São os fatores externos. O que podemos e devemos fazer é considerá-los para melhor guiar nossos objetivos de negócio. É aí que a FOFA faz seu papel!

Na FOFA nós fazemos uma lista de itens para cada um dos quadrantes. Utilize uma tabela. Em um primeiro momento nós levantamos tudo que conseguirmos pensar daquilo que, de alguma forma, direta ou indiretamente, está correlacionado ao nosso projeto, ideia ou organização.

Em seguida entramos no que considero a parte essencial, muitas vezes esquecida, da análise FOFA. O seu cruzamento. O momento em que novamente reorganizamos a informação em mais 4 listas, agora interligadas entre si.

1. ESTRATÉGIA OFENSIVA (FORÇAS X OPORTUNIDADES)

Como posso aproveitar uma oportunidade, utilizando, para isso, uma de minhas forças? Como uma oportunidade pode potencializar ainda mais as minhas forças?

Exemplo: Tenho uma empresa de cosméticos que não testa em animais. Vou aproveitar o aumento de conscientização no tema dos direitos dos animais (oportunidade externa) para fortalecer o branding da minha marca (força interna) na perspectiva da sustentabilidade e responsabilidade social.

2. FORÇAS X AMEAÇAS (ESTRATÉGIA CONFRONTATIVA)

Como posso evitar o enfraquecimento de uma de minhas forças perante uma ameaça externa? Como posso mitigar os impactos de uma ameaça externa, utilizando minhas forças para passar por esse momento?

Exemplo: Na pandemia de Covid-19 nosso salão de cabeleireiro perdeu muitos clientes (ameaça externa). Vamos utilizar nosso instagram, que conta com 50 mil seguidores (força interna), para divulgar uma campanha de vouchers que poderão ser resgatados no futuro.

3. FRAQUEZAS X OPORTUNIDADES (ESTRATÉGIA DE REFORÇO)

Como posso aproveitar uma oportunidade externa para transformar uma fraqueza em uma força? Como posso superar uma fraqueza ao aproveitar uma oportunidade?

Exemplo: Nosso time de futebol caiu para a segunda divisão, e com isso perdemos nosso principal patrocinador (fraqueza interna). Vamos renovar o plano de negócios e captar recursos com empresas menores. O valor do investimento delas é mais baixo, mas podemos diversificar e aumentar a quantidade de financiadores locais (oportunidade externa) pois não temos mais um contrato de exclusividade.

4. FRAQUEZAS X AMEAÇAS (ESTRATÉGIA DEFENSIVA)

Como posso minimizar os impactos de uma ameaça, para não expandir ainda mais as minhas fraquezas?

Exemplo: Nossa editora de livros ainda não tem uma loja virtual (fraqueza interna). Com o aumento das compras pela internet (ameaça externa), precisamos garantir a fidelização do nosso público atual.

Vale destacar que o cruzamento é sempre de um aspecto interno com um aspecto externo. Há quem discorde, mas o cruzamento de dois aspectos externos, por exemplo, não nos ajuda a entender o nosso negócio, já que não podemos controlar nenhum destes fatores.

Lembre-se, a matriz FOFA não tem limite de tamanho. Liste a maior quantidade de itens que conseguir, e faça cruzamentos realistas e que realmente poderão ajudar o desenvolvimento de seu projeto. Não se incomode se não conseguir utilizar tudo que levantou, pois vai perceber que ao filtrar os itens você terá mais elementos para a criação posterior de um bom planejamento estratégico.

Acompanhe o trabalho da Eixo Social – Projetos Significativos. Nosso propósito é transformar sonhos em realidade.

Artigo originalmente publicado por Camila Acosta em 15/02/2021.

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page